terça-feira, 5 de maio de 2009

ESTUDO BÍBLICO - Sete princípios de finanças (Jim e Pam Elliff)

Uma das mais notáveis diferenças entre o crente e o mundo no qual ele vive é esta: a maneira incomum como ele lida com o dinheiro e os bens materiais. No entanto, até crentes sérios resistem aos aspectos aparentemente extremistas no ensino e estilo de vida de Cristo e dos líderes da igreja do Novo Testamento. Podemos imitar este estilo de vida do Novo Testamento em nossos dias?

Este esboço oferece ao crente zeloso alguns princípios-chaves que o preparam para um comportamento financeiro sobrenatural, diferente do comportamento do mundo. Separe algum tempo para ler os textos bíblicos sozinho ou, se casado, com a sua esposa. Medite sobre a atitude de obediência a ser praticada em cada área mencionada. Em seguida, descreva o que você aprendeu. Só há uma coisa a fazer, depois desta meditação... obedecer!

O princípio do não apegar-se
Não comprarei nem receberei nada do que eu não possa abrir mão. “Então, lhes recomendou: Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui” (Lc 12.15).

Lucas 12.32-34;
Lucas 16.13-25;
1 João 2.15-17

O que devo fazer para obedecer a estes versículos?

O princípio da liberdade
Não deverei nada a ninguém, exceto o amor.

“A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros; pois quem ama o próximo tem cumprido a lei” (Rm 13.8).

Provérbios 22.7

O que devo fazer para obedecer a este versículo?'

O princípio da liberalidade
Procurarei, constantemente, oferecer bens para a glória de Deus.

“Porque eles, testemunho eu, na medida de suas posses e mesmo acima delas, se mostraram voluntários, pedindo-nos, com muitos rogos, a graça de participarem da assistência aos santos. E não somente fizeram como nós esperávamos, mas também deram-se a si mesmos primeiro ao Senhor, depois a nós, pela vontade de Deus” (2 Co 8.3-5).

2 Coríntios 9.7;
Lucas 6.38.

O que devo fazer para obedecer a estes versículos?

O princípio da recordação
Manterei registros exatos da maneira como Deus lida comigo no aspecto financeiro, a fim de mostrar aos outros que Deus responde a oração e supre as necessidades de seu povo.

“Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus” (Mt 5.16).

Provérbios 27.23-27

O que devo fazer para obedecer a estes versículos?

O princípio da segurança
Economizarei e investirei somente se Deus me guiar a fazê-lo, reconhecendo que abrirei mão de tudo ante à sua mais tênue orientação.

“Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam”
(Mt 6.19, 20).

Provérbios 28.8;
1 Timóteo 6.9-11

O que devo fazer para obedecer a estes versículos?

O princípio da compaixão
Não orarei em favor das necessidades financeiras de um irmão, se eu não estiver disposto a ser o instrumento que Deus usará para satisfazer tal necessidade, se Ele o quiser.

“Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos. Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade” (1 Jo 3.16-18).

Tiago 2.15-17;
Lucas 6.30, 38;
2 Coríntios 9.6-15;
Provérbios 28.27.

O que devo fazer para obedecer a estes versículos?

O princípio do contentamento
Ficarei contente com tudo o que Deus se agradar em prover-me, quer seja muito, quer seja pouco.

“Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece”
(Filipenses 4.11-13).

Provérbios 30.7-9;
Mateus 6.24-34;
1 Timóteo 6.8

O que devo fazer para obedecer a estes versículos?

Revista Fé Para Hoje - Nº 32

6 comentários:

kezialira disse...

Muito Bom e edificante...

diego disse...

Achei excelente este estudo!

aline disse...

boa é essa ministraçao estava mesmo precisando

Anônimo disse...

Dou graças a Deus por instruir os lideres a ministrar ensinos assim...
Não basta ficar obrigando os membros a dar o dízimo...o amor de Deus para conosco nos leva a depender d'Ele e fazer tudo por Ele e para Ele.Marys

Anônimo disse...

Dou graças a Deus por instruir os lideres a ministrar ensinos assim...
Não basta ficar obrigando os membros a dar o dízimo...o amor de Deus para conosco nos leva a depender d'Ele e fazer tudo por Ele e para Ele.Marys

Anônimo disse...

Que bom que você gostou Marys.
Há outros bons artigos neste blog.
Desfrute!
Graça e Paz!
Pr. Diego Ramon